[INFO] A HISTÓRIA DE BIEL RIOS - EX BANDA PAGODÃO

Gabriel Rios, fã de pagode, aos 15 anos teve a sua primeira chance de cantar em um estúdio. Mas treinar no banheiro não adiantou. O nervosismo bateu. “Fiquei congelado. De verdade. Não conseguia ir. Deu nove horas, botei na cabeça e fui. Saí correndo. Era no Caminho de Areia, no estúdio Beco”, lembra.
Na época da banda Pagodão, onde tocou em 2012, com média de 17 shows, o cantor conseguia ganhar até R$10 mil por mês. Biel não faz faculdade porque diz ser difícil conciliar com a carreira, mas pretende cursar Arquitetura e seguir na área, caso a música não dê certo.
Segundo ele, os pais apoiam completamente as suas decisões e até o acompanham nos shows. A mãe vai com o ônibus da banda, canta no trio com ele e até o pai cai na dança. O pai do jovem, Emanuel Rios, é o empresário e cuida de todos os trâmites da carreira dele. “Não existe isso de meu dinheiro. O dinheiro é nosso”, diz o cantor, que ajuda nas despesas da casa e paga uma aposentadoria privada.
Na primeira vez que pisou em um estúdio, com 15 anos, Biel era um menino magricela, mas se destacou por ter se soltado. Assistindo as apresentações dos outros concorrentes à vaga, aguardava ansioso a sua chance para “largar o doce”. “Eu não era malhado como os outros, mas falavam que eu tinha o ranço, que tinha o pagode na veia. Recebi uma ligação três semanas depois dizendo que fui escolhido”.
Em janeiro de 2012, através do amigo Oscar Russo, Biel foi convidado pelo baixista Apache Bass, para participar de uma banda formada com o objetivo de tocar no Carnaval. Era a banda “Pagodão”, onde o cantor se destacou no cenário de pagode da Bahia. Quatro meses após gravar o primeiro álbum, em dezembro daquele ano, indo na praia da Boa Viagem para tomar banho de mar, percebeu a canção “A meia” sendo tocada em vários carros com o porta-malas aberto, prática comum chamada de “paredão”. “Quando ouvi comecei a cair no choro. Só de lembrar me arrepio”, revela o cantor.
Na banda “Pagodão”, Biel gravou seis CDs, um DVD, e fez mais de 200 shows na Bahia e em outros estados, como Sergipe, Pernambuco, Maranhão e Piauí. Além do hit “A meia”, os seus maiores sucessos foram “Cai, cai, novinha” e “Sensação”. Ele puxou um bloco em Salvador pela primeira vez aos 18 anos. O trajeto durou 8 horas e todos os abadás foram vendidos. Biel saiu da banda “Pagodão” em dezembro de 2014, por insatisfação, e neste ano começou a sua carreira solo com o projeto “BR94”.

CONTATOS
contato@igorgravacoes.net.br
(71) 98779-1111
Licença Creative Commons
O trabalho de Igor Gravacoes de www.igorgravacoes.net.br está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.
.